FITec integra novo Centro de Inteligência Artificial Aplicada da Unicamp

A FITec – Fundação para Inovações Tecnológicas passou a integrar o Brazilian Institute of Data Science (BIOS), um dos seis novos Centros de Inteligência Artificial Aplicada (CPAs) aprovados pela chamada pública da FAPESP, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e pelo CGI.br – Comitê Gestor da Internet no Brasil.

Esses CPAs se dedicarão ao desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, aplicadas e orientadas à resolução de problemas que possam ser resolvidos por meio de inteligência artificial. Os seis centros estão sendo instalados nos estados de São Paulo (Campinas, São Carlos e São José dos Campos), Minas Gerais, Bahia e Ceará. O BIOS já está pronto e operacional.

O Brazilian Institute of Data Science (BIOS) fica na Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade Estadual de Campinas (FEEC-Unicamp). Seu foco está nas áreas de diagnósticos médicos voltados à saúde da mulher, agricultura de precisão, otimização do uso de recursos agrícolas, entre outros temas.

Esse CPA conta com mais de 120 pesquisadores da Unicamp e de diversas instituições parceiras. Além da FITec, fazem parte do BIOS a Fiocruz-RJ, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), a UFABC, a UFAM, USP – Ribeirão Preto, e o CPQD. Também tem a parceria de empresas, como o Hospital Israelita Albert Einstein, a Motorola, a Binder, o Vera Cruz, a IBM e o Polo Digital.

A FAPESP, o MCTI e o CGI.br disponibilizarão R$ 1 milhão por ano para cada um dos novos centros por um período de até 10 anos. Valor idêntico será aportado pelas empresas parceiras, totalizando R$ 20 milhões por centro.

“No Brazilian Institute of Data Science (BIOS), a FITec atuará fortemente nas áreas de Inteligência Artificial e Transformação Digital, atendendo diversos setores, entre os quais os de saúde e agro, facilitando o acesso das empresas a tecnologias e soluções”, explica José Luis Oliveira de Souza, presidente executivo da FITec. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.