Fedora muda repositórios Git para “Main” e “Rawhide”

Fedora muda repositórios Git para "Main" e "Rawhide"O Projeto Fedora é o mais recente projeto de software de código aberto trabalhando para mudar a nomenclatura utilizada em seus códigos de desenvolvimento.  Sendo assim, a distribuição Fedora deve abandonar termos como master e muda  seus repositórios Git usando agora “Main” e, em alguns casos, “rawhide”. Este último nome, claramente, fará parte do Fedora Rawhide.
A nomenclatura politicamente correta teve aprovação durante a reunião do Comitê Diretor e de Engenharia do Fedora na semana passada. Portanto, segue o mesmo caminho de outros softwares desde as manifestações Black Lives Matter, ocorridas neste ano em todo o planeta. Assim, a proposta que acabaram votando foi a seguinte:
Proposta: aprovar a proposta de mudança para renomear nomes de branch de “master” para “main”, exceto em repositórios dist-git-like com branches correspondentes a versões do Fedora, onde “rawhide” é o preferido. Onde o novo branch padrão será “rawhide”, crie referências simbólicas de “principal” para “rawhide”.

Fedora muda os repositórios Git para “Main” e “Rawhide” dentro da nova proposta de ser politicamente correta

Fedora muda repositórios Git para "Main" e "Rawhide"
Houve algumas preocupações levantadas sobre a nova nomenclatura simbólica de main e rawhide, potencialmente levando a alguma confusão. Do mesmo modo, houve algumas preocupações sobre a questão do Fedora Rawhide, embora isso sempre tenha se referido à versão de desenvolvimento do Fedora. Porém, até mesmo este nome pode levantar alguma polêmica, segundo as discussões feitas. Isso porque o rawhide se refere a couro de vacas. Daí, como ficam os hindus, que veneram a vaca, ou os veganos que detestam tudo de origem animal?
Polêmicas a parte, a proposta foi aprovada e passará a valer já no Fedora 34 que chegará em abril de 2021.

Então, outros recursos esperados no Fedora 34 são:

o PipeWire por padrão no lugar do PulseAudio/JACK;
sistema deve ser fornecido com o GCC 11;
e outros componentes de cadeia de ferramentas de última geração;
terá com o OpenSSL 3.0.
usará o Wayland por padrão para seu desktop KDE Plasma;
distribuir o pacote autônomo XWayland;
fornece uma rotação AArch64 KDE e uma variedade de outras atualizações.

FONTE: Blog SempreUpdate
Agradecimentos aos autores originais desta publicação! Até a próxima!