Facebook, Ericsson, Nokia e operadoras dos EUA fazem aliança pelo 6G

O Facebook, os fabricantes Ericsson, Nokia, Qualcomm e Samsung, além das operadoras norte-americanas AT&T, Verizon, T-Mobile e US Cellular lançaram hoje, 13, uma aliança pelo desenvolvimento das redes móveis 6G.

O grupo pretende incentivar o desenvolvimento da tecnologia com aportes dedicados em P&D. Também quer liderar a padronização e preparar o mercado para a próxima geração de redes móveis. A iniciativa prevê inclusive lobby para a definição de políticas públicas relacionadas ao tema.

Segundo as empresas, o objetivo da Next G Alliance é fazer da América do Norte líder no desenvolvimento da nova tecnologia na próxima década. A justificativa para a criação da entidade é quase um tratado geopolítico. As empresas afirmam que vão trabalhar para reforçar e promover os interesses da região no mundo.

Entre as metas da entidade estão: estabelecer a liderança dos EUA em 6G; criar um cronograma para padronização da tecnologia; influenciar o governo para estabelecer prioridades nacionais em políticas públicas, como financiamento ou subsídios ao desenvolvimento; promover um modelo norte-americano do ciclo que vai da pesquisa ao lançamento comercial.

Não custa lembrar que EUA ficaram para trás no 5G. Uma aliança pelo 6G pode ser encarada como uma tentativa das empresas locais, com apoio dos fabricantes que participam das redes 5G norte-americanas – de evitar que algo semelhante se repita.

Sem um fornecedor de peso, o país passou a incentivar a adoção de padrões de redes móveis desagregadas (OpenRAN). Ao mesmo tempo, o governo de Donald Trump baniu a chinesa Huawei do mercado local – a fabricante vinha abocanhando contratos 5G mundo afora e era séria candidata a atender a teles locais.

A China acusa Trump de praticar uma guerra comercial, enquanto o presidente e candidato à reeleição diz que foram medidas de segurança nacional.

FONTE: TeleSíntese
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.