Explore o céu noturno com este software de astronomia de código aberto

Explore o céu noturno com este software de astronomia de código abertoO KStars é um software de astronomia multiplataforma, gratuito e de código aberto. Ele fornece uma simulação gráfica precisa do céu noturno, de qualquer local da Terra, em qualquer data e hora.
A exibição inclui até 100 milhões de estrelas, 13.000 objetos do céu profundo, todos os 8 planetas, o Sol e a Lua e milhares de cometas, asteróides, supernovas e satélites.

KStars: software de astronomia de código aberto

O KStars faz parte do Projeto Educacional KDE (KDE Education Project). A versão mais recente está disponível para Linux, Windows e macOS. O KStars é licenciado gratuitamente sob a GPL 2.0. O código-fonte está disponível no GitLab.
Explore o céu noturno com este software de astronomia de código abertoO KStars é um software de astronomia multiplataforma, gratuito e de código aberto. Imagem: KDE.
Você pode instalar o KStars no Linux a partir do repositório da sua distribuição. O KStars Lite está disponível para Android na Play Store. O Projeto KDE mantém um excelente manual para ajudar os usuários. Um assistente de inicialização o orienta durante a configuração inicial.
As instruções são fáceis de seguir. O assistente solicita que você defina o local da sua casa. Você também tem a oportunidade de baixar dados adicionais e recursos extras para o programa.
Há muitas opções disponíveis. Assim que você terminar a configuração, o KStars apresenta um mapa do céu noturno conforme aparece da sua localização.
Ele exibe a hora local atual no canto superior esquerdo. Usando o botão esquerdo do mouse, você pode mover a tela para a esquerda, direita, para cima e para baixo. Você pode aumentar e diminuir o zoom usando a roda de rolagem do mouse. Colocar o cursor do mouse sobre um objeto e clicar com o botão direito descreve o objeto.
O KStars está solicitando ajuda com relatórios de bug, conhecimento de astronomia, código, traduções e muito mais. O desenvolvedor líder é Jasem Mutlaq.
Opensource.com

FONTE: Blog SempreUpdate
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.