Eutelsat vai aportar US$ 550 milhões na OneWeb

A operadora de satélite francesa Eutelsat vai comprar 24% da ingelsa OneWeb, e ficar com uma parte do projeto de constelações de satélite de órbita baixa. Para isso, vai desembolsar  US$ 550 milhões. Com essa aquisição, a Eutelsat ganha direitos de governança  semelhantes aos do governo britânico e da empresa de telecomunicações indiana Bharti Global, que tirou a OneWeb da falência no ano passado.

A empresa sediada em Paris opera uma frota de satélites geoestacionários (GEO), mas tem mergulhado em LEO com uma constelação chamada Eutelsat ELO, visando o mercado de conexão de dispositivos de Internet das Coisas (IoT).

A compra de uma parte da constelação de banda larga LEO da OneWeb é uma grande mudança de estratégia para a Eutelsat, que está vendo seu negócio de TV por satélite declinar lentamente conforme a Netflix e outros serviços de streaming ganham popularidade.

“OneWeb se tornará nosso principal motor de crescimento fora de nossas aplicações de transmissão e banda larga, à medida que continuamos a maximizar a extração de fluxo de caixa de nosso negócio patrimonial altamente lucrativo e aumentamos nossa banda larga fixa vertical, alavancando nossos ativos geoestacionários”, disse o CEO da Eutelsat Rodolphe Belmer em um comunicado.

A Arianespace lançou o último lote de 36 naves espaciais OneWeb em 25 de abril, aumentando os satélites da operadora para 182 antes dos serviços parciais neste ano. OneWeb pretende lançar mais dois lotes de 36 satélites até junho. Ela espera fornecer serviços globais com 650 satélites em 2022 para clientes empresariais, governamentais, marítimos e de aviação.

Recuperação Judicial

A OneWeb emergiu do Capítulo 11 de proteção contra falência dos Estados Unidos em novembro do ano passado com investimento de US $ 1 bilhão de Bharti e do governo britânico – cada um possuindo 42,2% na época.

A startup disse em 15 de janeiro que levantou US $ 350 milhões da SoftBank, que era seu maior acionista antes de entrar com o pedido do Capítulo 11, e US $ 50 milhões da Hughes Network Systems. Após o investimento da Eutelsat, a empresa agora precisa levantar cerca de US $ 500 milhões para completar a constelação.

A OneWeb espera gerar cerca de US $ 1 bilhão em receitas anuais em três a cinco anos após a implantação de sua constelação completa. A Eutelsat espera fechar seu negócio com a OneWeb no segundo semestre deste ano, após aprovações regulatórias. (com agências internacionais)

FONTE: TeleSíntese
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.