Estudo mostra liderança de Tim e Vivo em proteção de dados. Empresas regionais têm falhas.

Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

O relatório anual da InternetLab que indica as empresas que melhor protegem os dados dos clientes mostra Tim, e Vivo com as melhores notas. O documento foi divulgado nesta quinta, 2. Além das duas teles, foram avaliadas Oi, Claro/NET, Algar e Brisanet. Estas últimas tiveram as piores avaliações, com se vê no gráfico abaixo:

Resultados do estudo Quem Defende Seus Dados de 2021, publicado pelo Internet Lab
Resultados do estudo Quem Defende Seus Dados de 2021, publicado pelo Internet Lab

É a sexta vez que a InternetLab avalia as políticas de privacidade e de proteção de dados das empresas provedoras de conexão à internet no Brasil. A entidade foi escolhida pela Electronic Frontier Foundation (EFF), dos EUA, para desenvolver esse levantamento, denominado “Quem Defende Seus Dados?“, versão brasileira do “Who Has Your Back?”.

No documento divulgado hoje, a fundação informou que, para a pesquisa de 2021, ocorreram algumas modificações. “Neste ano, continuamos afinando nossos parâmetros de avaliação em vista da aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados, de novas modificações nos entendimentos e práticas sobre privacidade e proteção de dados, e de inúmeras notícias sobre incidentes de segurança ocorridos com as maiores operadoras de telefonia no ano passado”, diz.

E detalha mais o processo. “Além disso, atualizamos quais empresas de telefonia são avaliadas pelo relatório. Com base em levantamento recente da Anatel, selecionamos, em junho de 2021, todas as empresas com mais de 1% do mercado nacional de telefonia. Com isso, passou-se a avaliar a empresa Brisanet e deixou-se de avaliar a Sky. A Nextel, por ter sido completamente assimilada pela Claro, não sendo mais oferecidos serviços sob sua marca, também deixou de ser avaliada.”

Avaliações

As provedoras de banda larga fixa e internet móvel são avaliadas em seis itens: informações sobre a política de proteção de dados, protocolos de entrega de dados para investigações, defesa dos usuários no judiciário, postura pública pró-privacidade, relatórios de transparência e de impacto à proteção de dados; e notificação do usuário.

As notas são registradas como estrelas. Estrela cheia é a nota máxima em cada categoria avaliada. Em “notificação do usuário”, por exemplo, todas as avaliadas ganharam estrela vazia, a nota mínima.

Todas as avaliadas, exceto Algar e Brisanet, receberam estrela cheia na categoria Informações Sobre a Política de Proteção de Dados. Oi e Brisanet foram as únicas sem estrela cheia em Protocolos de Entrega de Dados Para Investigações.

Brisanet, aliás, recebeu estrela vazia em todas as categorias, exceto a primeira. Algar teve estrela vazia em três (Defesa, Relatórios e Notificações)

A Tim obteve quatro estrelas cheias e uma quase cheia (esta em “relatórios…”). Claro e Net conseguiram quatro cheias, nas mesmas categorias que a concorrente, mas uma estrela pouco cheia em “relatórios”.

A líder de 2021 também liderou a mesma pesquisa em 2020 (foto abaixo), porém, no ano passado, teve diferença maior para as demais concorrentes. Neste ano, Claro e Net cresceram frente às demais e chegaram próximas à Tim.

Resultados do estudo Quem Defende Seus Dados de 2020, publicado pelo Internet Lab
Resultados do estudo Quem Defende Seus Dados de 2020, publicado pelo Internet Lab

A InternetLab reforça que é uma “entidade sem fins lucrativos, que atua como ponto de articulação entre acadêmicos e representantes dos setores público, privado e da sociedade civil”.

A pesquisa detalhada, com as explicações para cada nota em cada categoria por operadora pode ser lida aqui.

FONTE: TeleSíntese
(Excelente website de notícias! Recomendo!)