Escassez de chips atinge em cheio a produção de smartphones em 2021!

Um novo relatório de inteligência de mercado diz que a produção de smartphones em 2021 está sendo duramente atingida pela escassez global de chips. Assim, o crescimento será significativamente mais lento do que o esperado.

A escassez atinge todas as empresas, mas em intensidades diferentes. A produção do iPhone, por exemplo está se saindo melhor do que outras marcas, mas ainda está desacelerando.

Essa escassez de chips foi causada em primeiro lugar pelo aumento acentuado na demanda por chips como resultado do uso crescente no setor automotivo. Em seguida, pela interrupção da produção causada pela pandemia e, por último, o longo tempo de espera envolvido em colocar online a capacidade de fabricação de novos chips, o que significa que os fabricantes de chips não podem aumentar rapidamente a produção para atender à demanda.

A Apple dribla bem a escassez de chips

O poder de compra e a experiência da cadeia de suprimentos da Apple significam que a empresa é capaz de negociar suprimentos prioritários com bastante antecedência, protegendo-se de grande parte da interrupção.

No entanto, a empresa alertou os investidores que sua própria produção não está imune e que o Mac e o iPad seriam os primeiros a serem atingidos, seguidos do iPhone. Entretanto, mesmo os produtos da empresa sendo atingidos, esse planejamento da empresa garante uma folga, em meio ao “caos”.

Produção de smartphones em 2021 sendo duramente atingida

escassez-de-chips-atinge-em-cheio-a-producao-de-smartphones-em-2021

De acordo com o Counterpoint Research (Via: 9to5Mac), as coisas pareciam bem no início do ano, mas não tanto agora. O site aponta que “a indústria de smartphones teve uma forte recuperação este ano depois que COVID-19 atingiu o mercado em 2020”.

Ainda segundo o site, os fornecedores de smartphones teriam feito grandes pedidos de componentes no final do ano passado e a demanda do consumidor proveniente de compras de reposição atrasadas impulsionou o mercado no primeiro trimestre. Por isso as coisas não iam tão mal como agora.

“Alguns fabricantes e fornecedores de smartphones estão relatando que receberam apenas 80% de seus volumes solicitados em componentes-chave durante o segundo trimestre de 2021, e a situação parece piorar à medida que avançamos no terceiro trimestre de 2021. Alguns fabricantes de smartphones agora afirmam que estão apenas recebendo 70% de seus pedidos, criando vários problemas.O Counterpoint Research acredita que 90% da indústria foi afetada e isso impactará a previsão do segundo semestre para 2021.

A empresa diz que o mercado ainda está crescendo, mas rebaixou sua previsão de remessa de smartphones para 2021.

De acordo com as últimas previsões de remessa trimestral de smartphones globais da Counterpoint Research, o total de unidades enviadas para 2021 deve crescer apenas 6% ao ano, para 1,41 bilhão de unidades; A Counterpoint previa anteriormente um crescimento anual de 9%, para 1,45 bilhão de unidades.

Felizmente, para a Apple, por exemplo, as coisas não estão tão mal quanto para as demais empresas.

Via: 9to5Mac

FONTE: Blog SempreUpdate
(Excelente website de notícias! Recomendo!)