Ericsson obtém participação de só 2% no rádio 5G de 700 MHz da China Mobile

A Ericsson obteve um market share de apenas 2% como fornecedor de equipamentos para rádio 5G na faixa de 700 MHz na China Mobile. A porcentagem fica bem abaixo dos 11% que a companhia havia conseguido no espectro de 2,6 GHz.

A operadora pretende fazer uma cobertura de todo o território nacional nessa faixa, juntamente com a China Broadcasting Network (CBN). O grande vencedor dos contratos foi a Huawei, que ficou responsável por 60% do trabalho. Em seguida, vem ZTE (31%), Nokia (4%), o fornecedor chinês Datang (3%) e, por último, a Ericsson.

A China Mobile foi a primeira operadora a anunciar seus contratos de fornecedores em rádio 5G. Em relação a China Unicom e China Telecom, a Ericsson informou que deve receber parcelas similares por conta do contexto.

A sueca vem sofrendo represálias do mercado chinês após a expulsão da Huawei e ZTE do leilão 5G na Suécia. Os resultados do segundo trimestre de 2021 da Ericsson também refletiram as dificuldades da empresa no país, com queda de 1% nas vendas líquidas em relação ao mesmo período de 2020. (Com assessoria de imprensa e agências internacionais)

FONTE: TeleSíntese
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!