Ensino on-line e trabalho remoto aquecem mercado de PCs no Brasil

Ensino on-line e trabalho remoto aquecem mercado de PCs no BrasilO mercado brasileiro de PCs teve um aumento de vendas de 9,9% no terceiro trimestre de 2020, de acordo com novos dados da empresa de analistas IDC. Esse aquecimento teve como principal causa o ensino on-line e trabalho remoto.Foram vendidas 1.611.907 unidades no período de julho a setembro, sendo os notebooks responsáveis ??por mais de 80% desse total. De acordo com o IDC, houve um aumento de 25,7% nas vendas de notebooks no terceiro trimestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado.Os números do terceiro trimestre são uma recuperação para o mercado brasileiro de PCs, que viu uma queda geral de 12,6% no segundo trimestre de 2020, de acordo com um relatório separado da IDC Brasil, divulgado em agosto.

Ensino on-line e trabalho remoto aquecem mercado de PCs no Brasil

Ensino on-line e trabalho remoto aquecem mercado de PCs no BrasilO aumento da demanda por home office e ensino doméstico, que continuou devido à pandemia Covid-19 combinada com a necessidade de mobilidade, são os principais impulsionadores dessa tendência no mercado de PCs durante o terceiro trimestre de 2020, de acordo com a empresa que fez a análise.Por outro lado, as vendas de desktops tiveram queda de 28,3% entre julho e setembro. Cerca de 307.187 unidades foram vendidas nesse período, 2,4% a menos que no segundo trimestre de 2020.Notebooks no Brasil custaram em média R$ 4.363 reais durante o terceiro trimestre, enquanto desktops ficaram em R$ 3.555 reais em média, disse o relatório.Do total de 1.611.907 PCs vendidos no Brasil durante o terceiro trimestre de 2020, 1.160.724 foram vendidos para consumidores finais, enquanto 451.183 foram adquiridos por empresas.

Previsões

A previsão para o último trimestre de 2020 é que as vendas de PCs no segmento de consumo continuem crescendo, chegando a 22%. Por outro lado, as vendas corporativas terão um crescimento marginal, de cerca de 0,1%. De acordo com Rodrigo Okayama Pereira, analista de mercado da IDC Brasil, as vendas terão uma ligeira recuperação no final de 2020.“As empresas fecharão seus balanços e provavelmente usarão o restante de seus orçamentos para fazer novos investimentos no próximo ano”, disse o analista.No geral, a IDC Brasil prevê um aumento de 8,4% no mercado de PCs no quarto trimestre de 2020. Em seu relatório trimestral anterior sobre o mercado de PCs, a IDC previu que as vendas de PCs corporativos cairiam 9,9%.

FONTE: Blog SempreUpdate
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.