EndeavourOS lançará em breve distro para CPUs ARM

EndeavourOS lançará em breve distro para CPUs ARMAcompanhamos aqui que a distribuição Antergos baseada em Arch foi descontinuada no ano passado. Assim, surgiu o novo sucessor, EndeavourOS. Nesta semana, um ex-moderador da Antergos Bryan Poerwoatmodjo levantou uma novidade importante: a EndeavourOS lançará em breve distro para CPUs ARM. E como ele sabe disso? Simples: Bryan agora é Líder de Projeto e Gerente de Comunidade do Endeavor OS.
Desde o primeiro lançamento estável do EndeavourOS em 15 de julho de 2019, ele continuou o trabalho para entregar a distro baseada em Arch Linux mais fácil e amigável com um instalador gráfico off-line e on-line.
Agora, para ampliar ainda mais a área de cobertura do EndeavorOS, Bryan Poerwoatmodjo anunciou recentemente um novo projeto para oferecer o EndeavourOS também para computadores ARM.
Semelhante ao EndeavourOS x86_64 e Arch Linux, o EndeavorOS ARM também terá como objetivo fornecer a mesma experiência em dispositivos que usam processadores baseados em ARM (Acorn RISC Machine).

EndeavourOS lançará em breve distro para CPUs ARM

EndeavourOS com aplicativo de boas-vindas multilíngue

O EndeavourOS não é o primeiro sistema operacional a oferecer suporte de distro para arquitetura de processador ARM. No entanto, parece que, além da Intel e da AMD, mais laptops estão demonstrando grande interesse no ARM.
O exemplo mais recente é o anúncio oficial da Apple na WWDC 2020 de que enviará chips de silício personalizados baseados em ARM para seus computadores Mac.
Portanto, várias distros Linux já oferecem imagens para dispositivos ARM, como Ubuntu, Arch Linux, Manjaro. Agora, este EndeavourOS de um ano também entrará na lista.
Até agora, não há nenhum comunicado oficial. No entanto, Bryan anunciou que a distro ARM sairá dia 19 de setembro de 2020. Neste dia, você poderá baixar as imagens do ARM do EndeavourOS do novo site oficial aqui.
Assim, por enquanto, aproveite a prévia compartilhada pelos membros da equipe de desenvolvimento de um dos primeiros Raspberry Pi 4 e Odroid-N2 + executando EOSARM.

FONTE: Blog SempreUpdate
Por mais esta excelente publicação, agradecemos.