Empresa registra um novo pico de tráfego na Internet mundial: 200 Tbps

trafego-blobal-internet
A Akamai Technologies, uma das soluções mais confiável do mundo para proteger e fornecer experiências digitais, atingiu um novo marco na semana passada, quando o tráfego da web entregue por sua plataforma Edge atingiu o pico de 200 terabits por segundo (Tbps). De acordo com a empresa, o volume de dados por segundo é maior que todas as capacidades de rede já relatadas pelos concorrentes da Akamai ao redor do mundo.

Esse volume de dados pode ser visualizado da seguinte maneira: se uma Caipirinha é igual a 1 megabyte, então 200 Tbps dariam a todos na cidade do Rio de Janeiro mais de 230 Caipirinhas por minuto.

O tráfego na rede Akamai atingiu primeiro 1 Tbps em junho de 2008, depois 10 Tbps em setembro de 2012 e 100 Tbps em outubro de 2019. Menos de dois anos depois do último recorde, a plataforma atingiu o limite de 200 Tbps.

Segundo a companhia, uma combinação de grandes downloads de videogames, um grande evento esportivo e várias atualizações de software foram os responsáveis pelo pico de tráfego da semana passada. “Frequentemente nos perguntam por que é tão importante que a Akamai tenha uma rede tão escalável e distribuída quanto é – e na semana passada é um bom exemplo da importância de nossa rede distribuída”, afirmou o executivo e vice-presidente de Media & Carrier da Akamai, Adam Karon.

“Queremos que todos os nossos clientes tenham certeza de que podem conduzir seus negócios na Internet, não importa o que esteja acontecendo online – seja 20 milhões de pessoas transmitindo ao vivo uma partida de críquete na Índia, um videogame muito popular sendo lançado em todo o mundo ou, infelizmente, combatendo ataques cibernéticos cada vez maiores e sofisticados que visam empresas. A escala e o alcance da rede Akamai são fundamentais para facilitar bons negócios e impedir pessoas mal-intencionadas, sem impactar as experiências dos usuários finais.”

FONTE: Blog SempreUpdate
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.