Claro vai emitir R$ 1,5 bilhão em debêntures

O conselho diretor da Claro Participações aprovou ontem, 20, um plano de emissão de R$ 1,54 bilhão em debêntures. O board autorizou a diretoria da companhia a contratar o assessor legal e financeiro para levar a operação adiante.

“Os Srs. Conselheiros, por unanimidade, aprovaram a Emissão, para distribuição privada, com as seguintes características e condições, as quais constarão do “Instrumento Particular de Escritura de Emissão de Debêntures Simples, da Espécie Quirografária, Não Conversíveis em Ações, em Série Única, para Colocação Privada da 2ª (Segunda) Emissão da Claro Telecom Participações S.A.”, diz a ata da reunião.

Ao todo serão emitidas 153.800 debêntures, com valor nominal unitário de R$ 10 mil. As debêntures serão objeto de colocação privada, “sem qualquer esforço de venda junto ao público em geral e sem intermediação de instituições financeiras integrantes do sistema de distribuição”, decidiu o conselho.

A oferta dos títulos será feita fora do âmbito da B3, embora sejam registradas e liquidadas pela B3. A data de emissão será 27 de julho. O vencimento será em três anos, 27 de julho de 2024. Sobre o valor de face incorrerá juros equivalentes a 100% o DI do período, acrescida de taxa de 1,55%.

A empresa não especifica qual a finalidade do dinheiro a ser levantado. Diz apenas que serão utilizados para o “reperfilamento de passivos da Companhia e/ou do seu grupo econômico, no âmbito da gestão ordinária de seus negócios”. A Claro comprou recentemente a Oi Móvel, ao lado de TIM e Vivo. Sua parcela do negócio é avaliada em R$ 3,7 bilhões. A transação ainda precisa passar pela análise de Anatel e Cade.

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!