Claro e Directv GO buscam parcerias com ISPs, mas falam em desafios

Crédito: Freepik

As operadoras de TV buscam a parceria com os provedores regionais, mas admitem que precisam superar desafios. Para Ricardo Falcão, da Claro, construir um modelo de negócio ganha-ganha é o principal problema porque a rentabilidade é ajustada, com pouco espaço para divisão. 

Falcão acredita que a Box TV e a Claro OTT atendem muito as cidades de maior porte fora das redes das grandes operadoras e a parceria dos provedores é bem-vinda. “Estamos trabalhando para chegar a um acordo”, disse. 

Gustavo Fonseca, da DirecTV GO, vê, além da questão da rentabilidade, outros desafios para trabalharem com ISPs, como os acordos com outras OTTs. “O Brasil é o único país que tem provedores de grande porte e de redes com qualidade e consideramos conversar com eles para aumentar a nossa base”, disse. 

“A gente está tentando acelerar nosso aprendizado para aproveitar esse mercado, que é único no mundo”, disse Fonseca, que participou, nesta segunda-feira,9, do Pay TV Fórum. 

Já o representante da Oi, Francisco Teclas, disse que a Oi TV pode ser vendida fora de sua rede, mas está focando nos clientes internos para aumentar seus clientes. 

FONTE: TeleSíntese
Agradecimentos aos autores originais desta publicação! Até a próxima!