Cisco Secure apresenta autenticação sem senha

 O Cisco Secure  apresentou hoje, 30, o futuro da segurança simples e efetiva com a autenticação sem senha e para qualquer infraestrutura via Duo. Perfeitamente integrada com a experiência de autenticação Duo já utilizada por mais de 25 mil organizações no mundo inteiro, a autenticação sem senha do Duo permitirá que usuários corporativos pulem a etapa de senha e façam login com segurança em aplicações na nuvem usando chaves de segurança ou biometria incorporadas a laptops e smartphones modernos.

As consequências do uso de senhas são bem conhecidas. Senhas são facilmente comprometidas e difíceis de lidar, custando bilhões de dólares às empresas anualmente. Os usuários são inundados por senhas na vida pessoal e profissional. Os requisitos de redefinição de senha respondem por boa parte das solicitações encaminhadas aos suportes de TI, resultando em perda de produtividade por parte dos usuários e custos mais altos com suporte para as empresas.

A autenticação sem senha do Duo faz parte da plataforma  zero trust da Cisco,  que protege o acesso de qualquer usuário, a partir de qualquer dispositivo e em qualquer aplicação ou ambiente de TI. O produto é projetado para ser agnóstico em termos de infraestrutura, abrindo caminho para um futuro sem senhas ao mesmo tempo em que garante que as corporações possam proteger qualquer combinação de aplicações na nuvem e on-premises sem falhas, sem precisar de produtos de autenticação múltipla e sem abrir brechas graves de segurança.

“A Cisco empenhou-se para desenvolver uma autenticação sem senha que atenda às necessidades de uma força de trabalho diversificada em constante mudança e que permita que a maior variedade de empresas possível avance rumo a um futuro sem senhas, independentemente de sua infraestrutura de TI”, afirma Gee Rittenhouse, vice-presidente sênior e gerente geral do grupo Cisco Security Business. “Não é exagero dizer que a autenticação sem senha terá o impacto global mais significativo no modo como os usuários acessam dados, ao fazer da rota mais fácil a mais segura.”

“A Cisco está em uma boa posição para acelerar a adoção da autenticação sem senha conforme as empresas buscam aliviar as dores de cabeça relacionadas com senhas, que há anos têm atormentado usuários e equipes de TI”, afirma Jay Bretzmann, diretor de programas em Confiança Digital & Identidade e Segurança na Nuvem do IDC. “Embora a transição vá ser um processo para as organizações por causa da infraestrutura legada, a autenticação sem senha é um ponto de partida fundamental para viabilizar a arquitetura de zero trust e um recurso para o qual as organizações devem começar a olhar.”

As forças de trabalho já estão prontas para a adoção da autenticação sem senha. Segundo a pesquisa 2020 Duo Trusted Access Report, 80% dos dispositivos móveis usados no trabalho têm biometria configurada, 12% a mais do que nos últimos cinco anos.

A autenticação sem senha do Duo lança mão do padrão Web Authentication(WebAuthn  ), baseado em criptografia assimétrica, fazendo com que a biometria seja armazenada e validada com segurança localmente pelo dispositivo, e não em uma base de dados centralizada. Como membro do grupo de trabalho World Wide Web Consortium (W3C), o Duo contribuiu para a ratificação do WebAuthn como um padrão oficial da web e sua adoção pelas plataformas.

“A autenticação sem senha é uma jornada que requer mudanças incrementais tanto nos usuários como nos ambientes de TI, e não algo que as empresas conseguem habilitar da noite para o dia”, explica Wolfgang Goerlich, Advisory Chief Information para o Duo Security da Cisco. “O Duo pode ajudar as empresas a fazer a transição de seus ambientes e forças de trabalho de forma segura e minimizar conflitos na ponta dos usuários, simultaneamente aumentando a confiabilidade de cada autenticação.”

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)