Brisanet tem nota mais alta de satisfação dos consumidores de banda larga

No relatório contendo os índices de satisfação do consumidor brasileiro com os serviços de telecomunicações, alguns detalhes mostram a transformação recente do mercado. Operadoras regionais conseguiram algumas das notas mais altas atribuídas pelos clientes à qualidade do serviço e atendimento.

Foi o caso da Brisanet, com forte presença no Nordeste. A empresa que atingiu a mais alta pontuação no índice de satisfação do consumidor em banda larga fixa elaborado pela Anatel e divulgado ontem, 8.

As melhores notas, por estado, na banda larga fixa (Fonte: Anatel)

Conforme o relatório, que pode ser lido aqui na íntegra, a Brisanet teve três das cinco notas mais altas, que foram definidas por estado. Na Paraíba foi registrada a maior satisfação com a banda larga da empresa, que recebeu nota de 8,12. No top 5 das melhores notas em banda larga fixa da Anatel aparecem também Vivo e Unifique.

O relatório tem ainda rankings de telefonia móvel pós-paga, pré-paga, TV e telefonia fixa. No top 5 do celular pós-pago, a Vivo registrou maiores notas, também nos estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte, locais onde a população está mais satisfeita com as telecomunicações. A Claro aparece com notas elevadas na Paraíba, no Piauí e em Alagoas.

Top 5 de satisfação no celular pós-pago (fonte: Anatel)

No pré-pago, vê-se o domínio da Claro, com quatro das cinco maiores notas, nos estados de Amapá, Alagoas, Maranhão e Ceará. A TIM teve nota mais altar no Acre.

Top 5 da satisfação com o pré-pago, por estado (Fonte: Anatel)

Na telefonia fixa, vemos notas mais altas por parte de operadoras regionais. Unifique registrou a maior pontuação, seguida por Algar. Mas TIM e Claro também figuram no ranking. Veja abaixo:

Top 5 de satisfação com o serviço telefônico fixo em 2020 (Fonte: Anatel)

Por fim, a Anatel também fez um ranking das notas mais altas na TV paga. Aqui, a Claro predominou. Oi e Vivo também registraram altas notas.

Top 5 da satisfação com TV Paga por estado, em 2020 (Fonte: Anatel)

 

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!