Brave: Primeiro navegador a oferecer suporte ao IPFS

O Navegador Brave, a partir da versão 1.19.x, oferece suporte ao IPFS (Sistema de Arquivos Interplanetário), um protocolo de hipermídia ponto a ponto projetado para tornar a web mais rápida, segura e aberta, uma alternativa ao HTTPS.

Suporte IPFS do Brave

Em contraste com o HTTP, o IPFS não depende de servidores centrais para extrair conteúdo, o que permite que as pessoas evitem a censura e as interrupções do servidor.  O IPFS também não depende de DNS (Domain Name Servers), o que o torna ainda mais resistente a ataques ou interrupções.

Quando você visita pela primeira vez um endereço IPFS no Brave, por exemplo, como o site Vincent Van Gogh Wikipedia abaixo, o navegador carregará o URI através de um gateway HTTP público primeiro.

ipfs://bafybeiemxf5abjwjbikoz4mc3a3dla6ual3jsgpdr4cjr3oz3evfyavhwq/wiki/Vincent_van_Gogh.html

brave-primeiro-navegador-a-oferecer-suporte-ao-ipfsGIF: Reprodução Android Police

Abaixo da barra de endereço, o Brave exibirá uma barra de informações perguntando se você gostaria de usar um Node local para carregar o site IPFS. Quando você ativa, o próprio navegador se torna um host temporário do conteúdo que você está visualizando, trazendo consigo algumas implicações de privacidade. Você será capaz de reduzir isso com o modo Brave’s Tor no futuro, embora agora, as implicações de privacidade sejam a razão pela qual o IPFS ainda não funciona no modo Anônimo ou Tor, por exemplo. No entanto, pode ser que isso mude em breve.

No momento, o IPFS é compatível apenas com a versão desktop do Brave, mas os desenvolvedores já se comprometeram a trazer o IPFS para o Android em breve. A novidade pode chegar ao Android, inclusive, mas rápido do que imaginamos.

Com o suporte ao IPFS no navegador web, o Brave torna-se o primeiro navegador a suportar a tecnologia que promete tornar a web mais rápida, segura e aberta. Se você não possui o Brave instalado em seu PC, instale a versão compatível com a tecnologia e teste-a agora mesmo!

Com informações de: Android Police

FONTE: Blog SempreUpdate
Para mais detalhes, acesse o website da publicação original.