Artur Coimbra é efetivado no MCom

Artur Coimbra é efetivado no MCom
(Foto: Robson Regato / Telesíntese)

Escalado como Secretário de Telecomunicações Interino desde março para acompanhar o leilão 5G, Artur Coimbra, que ocupava o cargo de ouvido da Autoridade Nacional de Proteção de Dados, foi efetivado hoje na Setel. A expectativa era que nesta semana saísse sua indicação à cadeira vaga no Conselho Diretor da Anatel.

O ato de confirmação dele na Setel foi assinado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira e publicado nesta sexta-feira, 10, no Diário Oficial da União.

Segundo o próprio Artur Coimbra, sua efetivação se deveu em função das razões pelas quais sua interinidade foi estabelecida deixaram de existir, no caso, a realização do leilão 5G. “Entendeu-se que era mais apropriado eu oficializar a minha posição no MCom, deixando a ANPD”, afirmou. Ele disse que continua aguardando sua indicação ao colegiado da Anatel.

Antes de Coimbra, o cargo de secretário de telecomunicações era ocupado por José Afonso Cosmo Júnior, que passou pouco tempo na função, alçado à diretoria de Programa da Secretaria-Executiva do MCom, com a promessa de que voltaria para a secretaria. Em setembro, Cosmo pediu para sair.

Desde então, a efetivação de Coimbra na Setel era esperada, o que veio se efetivar hoje. Porém, há especulações de que a vaga na Anatel será usada para negociações de apoio nas eleições de 2022, fato não confirmado oficialmente.

Coimbra fez carreira no setor de telecomunicações e atuou por 10 anos no Ministério das Comunicações.

FONTE: TeleSíntese
Mais uma vez, agradecemos aos autores originais desta publicação.