Apple, Google, Microsoft e Mozilla estão trabalhando juntas em extensões para navegadores

As extensões para navegadores podem ser difíceis de desenvolver e manter, especialmente para extensões que desejam oferecer suporte a mais de um navegador. Firefox, Edge, Opera e outros basearam suas APIs de extensão no Chrome, mas cada navegador adiciona suas próprias alterações e nem sempre implementa as novas APIs do Google, por exemplo. Felizmente, todos os principais fornecedores de navegadores concordaram em formar o WebExtensions Community Group (Grupo da Comunidade WebExtensions), que visa padronizar APIs e funcionalidade em todos os navegadores. Apple, Google, Microsoft e Mozilla trabalharão juntas em extensões para navegadores.

apple-google-microsoft-e-mozilla-estao-trabalhando-juntas-em-extensoes-para-navegadoresImagem: Reprodução | XDA-Developers

“Estamos entusiasmados em anunciar o lançamento do WebExtensions Community Group (WECG),” o W3C anunciou em uma postagem de blog. “Apple, Google, Microsoft e Mozilla estão iniciando este grupo de comunidade e damos as boas-vindas a outros fabricantes de navegadores, desenvolvedores de extensões e partes interessadas a se juntar a este esforço!”

O objetivo do grupo é facilitar o desenvolvimento de extensões, estabelecendo um núcleo comum de funcionalidade, APIs e permissões. O processo de padronização seguirá o mesmo padrão do desenvolvimento de padrões da web (que geralmente funciona bem), mas não forçará os navegadores a desconsiderar funcionalidades exclusivas ou APIs. “Cada fornecedor de navegador continuará a operar sua loja de extensões de forma totalmente independente, com suas próprias políticas técnicas, de revisão e editoriais”, disse o post.

WECG: extensões para navegadores “padronizadas”

WebExtensions tem sido usado como um termo geral para a API de extensão do Chrome nos últimos anos. O Opera o adotou quando o navegador mudou para uma base Chromium em 2013, o Firefox mudou para a API em 2017 (a Mozilla cunhou amplamente o termo ‘WebExtensions’) e o Safari adicionou suporte para ele no ano passado, aponta o XDA-Developers.

No entanto, as permissões e APIs disponíveis variam significativamente em diferentes navegadores, portanto, o processo de padronização será uma ótima notícia para os desenvolvedores. Os navegadores baseados em Chromium, como o Vivaldi e o novo Microsoft Edge, seguem em grande parte a implementação do Chrome com poucas (se houver) modificações.

Apple, Google, Microsoft e Mozilla estão dando um importante passo para APIs padronizadas em extensões para navegadores. Esperamos que essa parceria traga ainda mais resultados.

“Com vários navegadores adotando um modelo amplamente compatível para extensões nos últimos anos, o WECG está animado para explorar como os fornecedores de navegadores e outras partes interessadas podem trabalhar juntos para desenvolver uma plataforma de extensão de navegador comum”, expressou o post. Os comentários na postagem são de muita alegria.

Via: XDA-Developers

FONTE: Blog SempreUpdate
Agradecimentos aos autores originais desta publicação! Até a próxima!