Aos 25 anos, JavaScript ainda está progredindo!

Aos 25 anos, JavaScript ainda está progredindo!A linguagem de programação JavaScript não tem nada a ver com Java; a Netscape havia batizado originalmente a tecnologia de “LiveScript”. Nos últimos 25 anos, o JavaScript deixou de ser apenas uma linguagem de programação para um navegador web para habilitar todos os tipos de aplicativos do lado do servidor.
Um dos lugares onde o JavaScript predomina está no repositório de código-fonte do GitHub. JavaScript é a linguagem mais usada no GitHub.

Aos 25 anos, JavaScript ainda está progredindo

Nicole Forsgren, vice-presidente de pesquisa e estratégia do GitHub, disse:
O JavaScript acabou de completar 25 anos, então está em cena há vários anos, o que o torna uma ótima opção para desenvolvedores. Também é uma linguagem muito flexível: os desenvolvedores podem usá-la para codificação do lado do cliente e do lado do servidor para seus aplicativos web.
Aos 25 anos, JavaScript ainda está progredindo!A linguagem de programação JavaScript não tem nada a ver com Java. Crédito: Chris Williams | MIT.
Ben Vinegar, da empresa de monitoramento de aplicativos Sentry, disse que a linguagem de programação JavaScript sempre foi atraente para aprender porque é a única maneira de fornecer experiências de usuário complexas no navegador, que continua a ser a “plataforma de aplicativo” mais onipresente disponível.
Outra razão pela qual o JavaScript tem sido atraente para os desenvolvedores é sua facilidade de acesso. Novos programadores podem usar várias ferramentas online ou até mesmo a janela do console do navegador para testar bits de JavaScript.
Isso permite que eles experimentem o JavaScript sem a necessidade de configurar uma infraestrutura inteira apenas para escrever um script simples.
Entre as estruturas de JavaScript mais amplamente utilizadas está o Node.js, que agora é um projeto de código aberto da OpenJS Foundation. O Node.js está em todo lugar, incluindo NASA, Netflix e YouTube. O JavaScript se tornou a língua franca em tecnologia.
ITPro Today

FONTE: Blog SempreUpdate
(Acesse o website do autor da publicação para mais detalhes)