Anatel adia mais uma vez o do edital do 5G. Cronograma do governo fica comprometido

O conselheiro Moisés Moreira pediu vistas ao edital de venda de frequências do 5G. Conforme a sua manifestação, são muitas as recomendações e sugestões feitas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) de alteração das regras anteriormente aprovadas, e por isso, não poderia aprovar as sugestões feitas pelo conselheiro Emmanoel Campelo, que acatou todas as recomendações feitas pelo TCU. Para formular a sua proposta, Moreira decidiu cancelar as suas férias, que estavam previstas para se iniciar hoje, dia 13. “não tivemos tempo hábil para analisar as propostas. Me comprometo a apresentar  voto com a maior celeridade”, afirmou  o conselheiro.

Com mais um adiamento para a aprovação do edital,  cronograma do governo, que pretendia ter o serviço de 5G lançado em todas as capitais brasileiras antes das eleições gerais de 2022, em jullho do próximo ano.

FONTE: TeleSíntese
Meu agradecimento pelas excelentes publicações!