American Tower lança plataforma digital para integração de operadoras a sua rede neutra

A operadora de infraestrutura American Tower lançou hoje, 9, uma ferramenta digital para integração de operadoras à sua rede neutra fiber-to-the-home (FTTH), com o objetivo de acelerar a entrada de novas operadoras.

Desenvolvida com metodologia ágil e utilizando tecnologia low-code, a plataforma foi concebida para habilitar o ingresso de operadoras de qualquer porte de forma eficiente e rápida na arquitetura de rede neutra FTTH da American Tower. Isso só foi possível em função da redução da complexidade técnica para esse processo de on-boarding, que abstraiu as integrações de alta complexidade típicas entre soluções de redes e sistemas.

De acordo com Abel Camargo, vice-presidente de Estratégia e Novos Negócios da American Tower, a nova plataforma diminui o esforço e o investimento inicial para novas operadoras, e agiliza o time to market, fatores que são fundamentais em um mercado dinâmico e competitivo.

“Desde o lançamento de nossa rede neutra, em 2019, temos nos relacionado com operadoras de diversos portes e áreas de atuação e entendemos que cada uma delas possui seus processos e sistemas, que foram essenciais para seu sucesso comercial. Com essa experiência e conhecimento, conseguimos identificar as questões mais relevantes e que desafiam a integração desses cases de sucesso com um modelo de rede compartilhada”, diz Camargo.

A plataforma permite a customização de processos por meio de intelligent business process management suites (iBPMS), para conferir flexibilidade e acomodar os diferentes processos de negócios das operadoras. Além disso, permite que as empresas gerenciem todo o ciclo de vida de seus clientes. Entre as funcionalidades, é possível destacar a possibilidade de as operadoras realizarem consultas de viabilidade em tempo real, tornando o processo de vendas e a interação com os clientes muito mais efetivos.

Ainda de acordo com o executivo, a American Tower já está em negociações avançadas com alguns provedores de serviços de internet e prevê a assinatura de contratos ainda no início deste ano, tanto para a rede de Belo Horizonte quanto para outras cidades do interior do Estado.

“Acreditamos que o modelo de rede neutra veio para ficar, é democrático e isonômico, aberto para qualquer operadora que queira explorar de forma eficiente os serviços de telecomunicações para seus clientes finais sem a necessidade de construir uma rede, além de racionalizar o uso da infraestrutura e evitar a construção de várias redes superpostas”, conclui Camargo.

A American Tower confirma seu plano de alcançar o número de mais de 850 mil homes passed (casas aptas a assinar banda larga por fibra) em Minas Gerais até o segundo trimestre de 2022, com possibilidades de ampliar sua cobertura conforme a demanda das operadoras. A rede de fibra óptica da empresa em Minas Gerais chega a 90 municípios. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!