Agro Valley investe R$ 600 mil em hub agro de pesquisa

Crédito: Divulgação. Agro Valley
Smart Farm do hub Cocriagro – Crédito: Divulgação

Com investimentos privados de R$ 600 mil, o Cocriago é o primeiro hub da Agro Valley, ecossistema de inovação de Londrina focado em inovação aberta, com processos de gestão. Em cerca de dois meses de atividades, o hub reúne 25 startups, empresas, cooperativas, institutos de pesquisas e a Sociedade Rural do Paraná (SRP) em suas atividades.

O hub atua na conexão de empresas e cooperativas tanto com startups, como com grupos de pesquisa. “Nosso foco é levar a inovação para o campo”, comenta o head de relações institucionais do Cocriagro, George Hiraiwa.

O prédio do Cocriagro está em fase de reforma e fica localizado no Parque Tecnológico da Sociedade Rural do Paraná (SRP Valley), em Londrina. No local, também está instalada a Smart Farm do hub, onde startups podem validar tecnologias de campo. As empresas também podem utilizar os resultados como vitrine tecnológica. “Já estamos preparando a safra 2021/2022, com a plantação de soja orgânica que conta com tecnologia de sete das startups do hub”, conta Hiraiwa.

O Cocriagro terá um espaço físico de 650 m², composto por áreas compartilhadas para startups. Isso inclui estações de trabalho, auditório para 45 pessoas, sala de reuniões para 22 pessoas, área de convivência, baias com espaços rotativos para 26 startups e salas para empresas. Haverá ainda um espaço compartilhado somente para as cooperativas.

As atividades do hub da Agro Valley contam com suporte de um grupo de parceiros. Entre eles, estão: partners Inquima, Cooperativa Integrada e Sicredi, Coamo, Sicoob, Baldan, Belagricola, Fairfax, TMG, Bayer e AGCO. Do lado acadêmico, o hub tem parcerias com o institutos de pesquisa Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq), Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Senai Londrina (IST TIC Senai) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR). (Com assessoria de imprensa)

 

 

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!