3,5 GHz é o espectro mais licenciado para 5G no mundo

Dados da Global Suppliers Association (GSA), entidade que reúne fornecedores de equipamentos para redes móveis, indicam que o espectro de Banda C é o mais licenciado no mundo para uso em redes 5G. Neste mês, a associação constatou a existência de 178 operadoras em fase de implantação, de licenciamento ou de testes na faixa.

A entidade adota o critério europeu de Banda C, pelo qual esta vai dos 3,3 GHz a 4,2 GHz. E segundo seus dados, nenhuma outra banda tem tantas redes 5G em fase de implantação ou licenciamento neste instante. No caso, maior parte das redes estão sobre as bandas n77 e n78, que formam os 3,5 GHz a serem vendidos pela Anatel no próximo leilão de frequências brasileiro.

A GSA afirma que os 3,5GHz também estão bem servidos de dispositivos compatíveis. Neste mês, chegou-se ao número de 117 smartphones compatíveis com tal espectro, 27 CPEs (roteadores domésticos), e 23 módulos registrados mundo afora.

Depois dos 3,5 GHz, as ondas milimétricas são o espectro mais demandado para novas redes 5G. Ao menos 127 operadoras no mundo já investem nessas bandas, que vão de 24,2 GHz a 29,5 GHz. Os aparelhos compatíveis, no entanto, são apenas 32, sendo 17 smartphones e 8 CPEs. Ao menos 32 fabricantes de smartphones lançaram ou pretendem lançar dispositivos 5G, e 54 fabricantes de CPEs também planejam entrar na onda.

Conforme dados reunidos pela 5G Américas, outra associação que reúne indústria e operadoras do continente, há no mundo 114 redes 5G em funcionamento, enquanto há 335 redes 4,5G (LTE Advanced) e 682 redes 4G (LTE). Na América Latina a entidade contabiliza 10 redes 5G, 49 4,5G e 125 4G, com base em levantamento da consultoria TeleGeography.

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)