200 domínios têm relação com ataque ao Twitter

O Twitter recebeu nesta última quarta-feira, 15, um ataque cibernético que afetou diversas contas na rede social. Elon Musk, Bill Gates, Barack Obama e Jeff Bezos foram algumas das vítimas. Os cibercriminosos tiveram acesso à algum componente da plataforma aparentemente relacionado a contas verificadas e conseguiram acessar esses perfis para divulgar mensagens falsas na tentativa de roubar criptomoedas, bitcoins, dos demais usuários. Isto, levou a empresa a bloquear as contas verificadas durante algumas horas.

“Estamos analisando outras atividades maliciosas que eles possam ter conduzido ou informações que possam ter acessado”, comunicou a empresa. De acordo com a Reuters, após o ataque, as ações do Twitter caíram quase 5%, e até o FBI participa das investigações sobre quem está por trás do ataque à plataforma. 

A empresa de segurança Kaspersky também está investigando. E diz que identificou 200 domínios relacionados às invasões. A empresa estima que foram obtidos cerca de US$ 120 mil nas primeiras horas de ataques, sendo que os criminosos já conseguiram sacar metade deste valor.

“O ataque ao Twitter que vimos ontem foi algo sem precedentes. Aparentemente, em vez de comprometer as contas pessoais, o controle de algum componente da plataforma foram comprometidos. Isso permitiu que o conteúdo malicioso fosse distribuído simultaneamente, se aproveitando das contas mais importantes da rede social”, disse Dmitry Bestuzhev, diretor da equipe de pesquisa e análise da Kaspersky na América Latina.

Segundo Bestuzhev, embora um único domínio malicioso tenha se espalhado no momento do ataque, a empresa conseguiu identificar e bloquear mais de 200 domínios falsos preparados para serem usados pelo responsável por esta campanha. E a proibição temporária da plataforma, de publicar novos tweets, para todas as contas verificadas impediu a propagação. (Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
Nossos sinceros agradecimentos aos autores da publicação!