Saiba o que fazer para otimizar seu site WordPress

Um site otimizado é fundamental para melhorar seu posicionamento nas ferramentas de busca e também para melhorar a experiência do usuário. Páginas que demoram para carregar desestimulam a navegação e podem gerar maior taxa de desistência.

Cada um segundo de atraso no carregamento pode gerar consequências negativas para conversões e visualizações de um site não otimizado.

Continue lendo e veja nossas dicas de otimização de sites. Os resultados te ajudarão a tornar-se ainda mais relevante online e conseguir maior número de acessos. Boa leitura!

Como otimizar meu site: dicas essenciais

Saber como otimizar um site não é tão difícil quanto parece. Quem utiliza o WordPress possui algumas vantagens, como a possibilidade de usar plugins específicos para melhorar essa otimização.

As dicas abaixo vai orientar sobre os aspectos mais importantes da otimização de sites. Confira!

1. Otimização de imagens no site

Quem desenvolve um conteúdo de qualidade precisa de imagens de todos os tipos no site. Infográficos, gifs, imagens ilustrativas e até ícones estão presentes em grande quantidade na maioria das páginas. Esse número de arquivos pode criar um problema: o aumento do tempo de carregamento.

Sites que têm problemas para carregar podem estar com uma quantidade excessiva de imagens. Então qual seria a melhor solução para entender como otimizar meu site?
Existem ferramentas específicas para otimização de imagens no WordPress. Acesse o painel de controle do seu site e pesquise pelo plugin EWWW Image Optimizer, instale e o ative em seguida.

EWWW Image Optimizer
Depois de ativado, você consegue comprimir as imagens do seu site, assim como elementos do tema. É a melhor forma de melhorar a velocidade de carregamento de páginas sem perder a qualidade das imagens utilizadas.

2. Atualizações frequentes

O WordPress recebe atualizações frequentemente para corrigir bugs e melhorar a segurança do CMS. Por causa delas, os sites WordPress permanecem com a melhor performance possível. Pelo menos é o que acontece quando o usuário não esquece de instalá-las.

O maior erro para quem está aprendendo a otimizar seu site é ignorar atualizações de qualquer tipo. Isso pode:

  • Gerar falhas de segurança;
  • Prejudicar a velocidade;
  • Diminuir o desempenho.

As atualizações de sistema do WordPress podem ser encontradas na aba “atualizações” na página inicial do painel de controle.

Atualizações do WordPress

3. Temas apropriados

Uma das grandes vantagens de utilizar o WordPress para construção de site é a presença de temas. Eles são uma forma simples e intuitiva de construir o visual perfeito, e muitos deles já são otimizados.

A escolha do tema também está relacionada à otimização do site. Antes de instalá-lo, confira se já possui otimizações para melhorar o carregamento de páginas e se recebe atualizações frequentes. Caso contrário, não vale a pena utilizá-lo, mesmo que adequado esteticamente para seu objetivo.

4. Otimização SEO on-page

Para conseguir melhorar seu posicionamento nas ferramentas de busca também é fundamental realizar a otimização SEO on-page. Ou seja, você deve criar artigos e conteúdo que siga os padrões de qualidade do Google para ser encontrado com maior facilidade.

Quem já pesquisou sobre o assunto já deve saber que o Google utiliza cerca de 200 critérios para ranquear páginas organicamente. É um número grande de informações para observar por quem está iniciando e aprendendo a otimizar seu site.

Poucas pessoas realmente conseguiriam criar conteúdo de qualidade pensando nesses 200 critérios. Por isso, o WordPress possui um facilitador para você.

Existem plugins voltados para a otimização onpage, como o Yoast SEO. Esse plugin possui uma versão gratuita que te mostra quais pontos melhorar no seu conteúdo. Ele é prático de usar e não exige qualquer conhecimento prévio de SEO.

Yoast SEO

5. Plugins adequados

Existem diversos fatores que podem prejudicar a velocidade do seu site. Ao fazer uma análise com o Pagespeed Insights do Google, você talvez tenha percebido que não está utilizando bem o cachê da página ou que precisa mudar a renderização de conteúdo.

Parece complexo demais? Novamente, o WordPress surpreende quem está aprendendo a otimizar seu site com excelentes plugins.

A recomendação da vez é utilizar o WP-Optimize para solucionar quase todos seus problemas de carregamento. Ele possui funções para:

  • Limpar a base de dados: o WP-Optimize seleciona dados desnecessários que atrapalham o carregamento do site e os elimina;
  • Limpeza automática: pode ser configurado para limpar seu site automaticamente toda semana ou em um período estabelecido;
  • Comprimir imagens: auxilia na compressão de imagens pesadas demais para seu site;
  • Uso de cache: utiliza o cache das páginas para otimizar o tempo de carregamento.

Utilizando o WP-Optimize você tem acesso a essas e muitas outras funções. Não esqueça de instalá-lo e ativá-lo na loja de plugins dentro do próprio painel de controle do WordPress.

6. Plugins e temas desnecessários

Quem nunca baixou um plugin que parecia interessante para testá-lo, usou uma vez e depois nunca mais encostou nele? É comum, especialmente para quem está entendendo como otimizar um site.

Pode ser tentador usar todos os plugins que o WordPress oferece, mas é importante saber que isso também influencia na velocidade de carregamento e desempenho da página.

Quanto mais plugins estiverem instalados, mais arquivos e informações o site precisa carregar quando um usuário o acessa. O ideal é ter somente os plugins necessários e que estão atualmente em uso. Por isso, é recomendado acessar o painel de plugins do seu site e fazer uma limpeza.

Veja aquilo que você não usa há tempos e que não tem mais relevância. Selecione tudo e delete do painel. Depois lembre-se de usar o WP-Optimize, que descrevemos no tópico anterior, para finalizar a limpeza.

Plugins não são as únicas coisas que as pessoas acumulam em um site. Temas antigos também podem acumular e piorar seu tempo de carregamento.

Para deletar os indesejados, selecione a aba de temas no painel de controle do WordPress e exclua o que era usado anteriormente. Quanto menos arquivos desnecessários existirem no servidor, melhor.

7. Tempo de resposta do servidor

O servidor de hospedagem é um dos critérios mais importantes para conseguir ter um site bem posicionado e com bom funcionamento. Algumas vezes não basta aprender a otimizar seu site se a escolha de hospedagem for errada.

Sua página precisa de recursos para ficar no ar e ter o melhor tempo de carregamento possível. Esses recursos vêm do servidor de hospedagem, que nem sempre podem ser adequados para suas necessidades. Sites maiores, mais complexos ou com maior quantidade de acesso precisam de um servidor mais robusto.

Quando você realiza os testes de velocidade no seu site, observe o tempo de resposta do servidor. Caso ele permaneça alto, mesmo ao final de todos os passos listados nesse artigo, talvez esteja na hora de buscar uma nova opção de hospedagem.

Mesmo que você mude sua hospedagem a otimização de sites não deve ser esquecida. Transforme cada um dos passos descritos acima em rotina e o tempo de carregamento e desempenho melhorarão.

Com o tempo, você perceberá que esse esforço se converte em maior número de acessos e satisfação do usuário.

FONTE: BLOG HOSTGATOR.com.br
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)