PIB cresce 0,6% no 3º Trimestre, serviços avançam 0,4%

O PIB cresceu 0,6% no terceiro trimestre de 2019, na comparação com o segundo trimestre de 2019. A maior alta foi da Agropecuária com crescimento de 1,3%, seguida pela Indústria (0,8%) e pelos Serviços (0,4%), informa o IBGE, nesta terça-feira, 3.

O PIB totalizou R$ 1,842 trilhão no período, sendo R$ 1,582 trilhão referentes ao Valor Adicionado a preços básicos e R$ 259,7 bilhões aos Impostos sobre Produtos líquidos de Subsídios. A taxa de investimento no terceiro trimestre de 2019 foi de 16,3% do PIB, a mesma que foi observada no mesmo período do ano anterior (16,3%). A taxa de poupança foi de 13,5% no terceiro trimestre de 2019 (ante 13,1% no mesmo período de 2018).

Nos Serviços, os resultados positivos foram em Atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (1,2%), Comércio (1,1%), Informação e comunicação (1,1%), Atividades imobiliárias (0,3%) e outras atividades de serviços (0,1%). Já os recuos foram nas atividades de Transporte, armazenagem e correio (-0,1%) e Administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade social (-0,6%).

Pela ótica da despesa, a Formação Bruta de Capital Fixo (2,0%) e a Despesa de Consumo das Famílias (0,8%) tiveram variação positiva. Já a Despesa de Consumo do Governo (-0,4%) recuou em relação ao trimestre imediatamente anterior.

No setor externo, as Exportações de Bens e Serviços recuaram 2,8%, enquanto as Importações de Bens e Serviços cresceram 2,9% na mesma comparação.

Anual

Na comparação com igual período, o PIB cresceu 1,2% no terceiro trimestre de 2019, o 11º resultado positivo consecutivo nesta comparação. O Valor Adicionado a preços básicos cresceu 1,1% e os Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios avançaram 1,8%.

A Agropecuária cresceu 2,1% em relação a igual período de 2019 e a Indústria cresceu 1 % e a Construção, 4,4%, em sua segunda alta após vinte trimestres consecutivos de queda, nesta comparação. O valor adicionado de Serviços cresceu 1% na mesma comparação, com destaque para Informação e comunicação (4,2%) e Comércio (2,4%).

No terceiro trimestre de 2019, a Despesa de Consumo das Famílias teve expansão 1,9%, seu décimo trimestre seguido de avanço. A alta pode ser explicada pelo comportamento dos indicadores de crédito para pessoa física e pela expansão da massa salarial real. A Despesa de Consumo do Governo caiu 1,4% nesta comparação.

No setor externo, as Exportações de Bens e Serviços caíram 5,5% e as Importações de Bens e Serviços subiram 2,2%, respectivamente, no terceiro trimestre de 2019.

Acumulado

O PIB acumulado no ano até o terceiro trimestre de 2019 cresceu 1,0% em relação a igual período de 2018. Nesta comparação, a Agropecuária cresceu 1,4%, assim como a Indústria (0,1%) e Serviços (1,1%).

O PIB acumulado nos quatro trimestres terminados em setembro de 2019 cresceu 1% em relação ao mesmo período de 2018. Esta taxa resultou do avanço de 1,0% do Valor Adicionado a preços básicos e de 1,1% nos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios. As taxas das atividades foram: Agropecuária (2,0%), Indústria (0,0%) e Serviços (1,1%).

Nos Serviços, destacaram-se Informação e Comunicação (3,4%) e Atividades imobiliárias (2,7%). Também cresceram: Outras atividades de serviços (1,5%), Comércio (1,4%) e Transporte, armazenagem e correio (0,4%).(Com assessoria de imprensa)

FONTE: TeleSíntese
(Meus agradecimentos a este website que proporciona sempre novidades!)