Huawei anuncia contratos de infraestrutura 5G na África do Sul, Suíça e Oriente Médio

A Huawei anunciou uma série de contratos para o desenvolvimento de redes 5G em diversos países durante a MWC 2019, que terminou hoje, 28, em Barcelona.  Os compromissos envolvem operadores da África do Sul, Bahrain e Suíça que devem iniciar ofertas com o serviço de quinta geração ainda em 2019, um acordo para o desenvolvimento de redes na Arábia Saudita e outro para testes com uma empresa da Islândia. Ao todo, a Huawei já soma mais de 30 contratos comerciais de 5G firmados ao redor do mundo, incluindo em países como Finlândia, Espanha e Reino Unido.

No caso da África do Sul, a rede 5G da Rain foi anunciada durante a própria MWC 2019 como a primeira do continente africano; a operadora móvel atua no modelo data-only, com oferta exclusiva de dados. Usando o espectro de 3,6GHz, ela e a Huawei implantaram uma série de sites 5G em áreas-chave de Joanesburgo que devem “fornecer velocidades de fibra” aos usuários, segundo o CEO da Rain, Willem Roos. A fornecedora chinesa também está habilitando a atribuição de espectro da rede LTE da operadora para a implantação 5G.

Na Suíça, a parceira da Huawei é a Sunrise, uma das três operadoras do país que venceram leilão realizado no começo do mês. O lançamento da rede 5G está marcado para meados de março, quando alguns clientes selecionados poderão contratar o serviço. A infraestrutura deve cobrir mais de 150 cidades ou vilas, e a partir dela serão oferecidas fibra aérea 5G com 1 Gbps para serviços de acesso de banda larga residencial e de vídeo 4K e 3D. A Sunrise ainda espera ampliar a competitividade no mercado corporativo. Desde dezembro de 2017 a operadora suíça já desenvolvia demonstrações de negócios baseadas na rede end-to-end 5G com a Huawei.

No Oriente Médio, a fornecedora chinesa firmou um memorando de entendimento (MoU) com a VIVA Bahrain para lançamento de serviço 5G em âmbito nacional. A operadora atualizará sua infraestrutura existente com rádios 5G de core duplo e 4/5G e tecnologias de backhaul de alta capacidade, permitindo a oferta de serviços até junho. Na mesma região foi celebrado o contrato do Aspiration Project, que contempla a modernização de rede sem fio E2E e construção de rede 5G para a Saudi Telecom Company (STC), da Arábia Saudita. A iniciativa faz parte do projeto de modernização do país, que passa pelo desenvolvimento da indústria de TICs.

Acordo para testes

Já na Islândia, um projeto de testes 5G foi assinado entre a Huawei e a operadora móvel Nova. Na primeira iniciativa para implantação de 5G na país, foram instaladas estações radiobase e roteadores 5G nas instalações da Nova, que farão testes “cuidadosos que começarão por aspectos como qualidade de transmissão e segurança de rede”.

FONTE: TELETIME NEWS
(Excelente website de notícias! Recomendo!)