Google lança o Chrome 79 para Linux com 51 correções de segurança

Google lança o Chrome 79 para Linux com 51 correções de segurançalançou hoje o navegador Chrome 79 no canal estável para todas as plataformas suportadas, incluindo GNU/Linux, macOS, Windows, Android e Chrome OS. O Google lança o Chrome 79 para Linux com 51 correções de segurança.
O Chrome 79 está em desenvolvimento desde setembro e entrou em testes beta no final de outubro, quando o Google nos deu uma ideia dos novos recursos e melhorias que virão. E agora, os usuários podem desfrutar de todos eles se atualizarem o navegador da Web Chrome para a versão 79.0.3945.79, que está sendo lançada agora nas plataformas móveis Android e para desktop Linux, Windows e Mac.

Google lança o Chrome 79 para Linux com 51 correções de segurança

Testes de origem, correções de segurança e muito mais

Também novo no navegador Chrome 79 é o Trials de origem, um recurso que promete permitir que os desenvolvedores da Web experimentem novos recursos que chegam ao Chrome e forneçam feedback ao Google sobre eles. Outros novos recursos desta versão incluem:

uma opção para congelar guias;
proteção estendida de senha e phishing;
exibição adaptável de ícone para PWAs (Progressive Web Apps) instalados no Android;
suporte de foco automático para qualquer elemento HTML/SVG focalizável;
além de várias outras ferramentas, API e opções para desenvolvedores.

Esta atualização também inclui 51 correções de segurança, abordando muitos problemas críticos relacionados ao suporte a Bluetooth, gerenciador de senhas, WebSockets, mecanismo V8, WebAudio, SQLite, PDFium, Omnibox e outros componentes.
É por isso que é importante manter o navegador Chrome atualizado o tempo todo, para que você possa baixar o Chrome 79 para sistemas operacionais GNU / Linux , macOS e Windows agora mesmo ou simplesmente atualizar através de atualizações OTA (Over the Air). O navegador de código aberto Chromium 79.0.3945.79 também está disponível para download.
Fonte: Softpedia

FONTE: Blog SempreUpdate
Aproveito a oportunidade para renovar meus protestos de respeito e consideração aos autores da publicação original.